quinta-feira, 11 de abril de 2019

Atualização da Vida, Venda de Trufas, Educação Financeira

E aí, galera! Faz um tempo que não converso com vocês.
Como vocês estão?

Por aqui tá tudo bem, só não tenho tido muita inspiração para escrever. Quero voltar com as atualizações mensais.

Na área financeira, passei do R$15000,00 (uhuuuu!)  estou com cerca de 70% em ações 20% em renda fixa e 10% numa reserva de emergência (com liquidez diária).

Na faculdade está tudo tranquilo também. Alguns trabalhos para fazer e algumas provas, mas tudo sobre controle. Como já acabei o ciclo básico de engenharia, as matérias estão mais tranquilas agora.

Ando lendo uns livros em pdf (Antifrágil  e Principles of Life and Work).

Praticando esporte duas vezes por semana e academia quatro vezes por semana.

Na área de relacionamentos, estou ficando até que sério com uma mulher que é um pouco mais velha e já está mais avançada na carreira. Estamos nos dando muito bem, mas não crio muitas expectativas.

 Fiz umas trufas para vender por 2 semanas na faculdade. Cheguei a vender 75 trufas em um dia. Consegui uma graninha, mas tem me faltado motivação para continuar. Faz umas 3 semanas que eu não faço.

Estou tentando descobrir coisas novas pra fazer, conversei com um amigo e ele me sugeriu começar a gravar vídeos e escrever artigos sobre investimentos. Porque comentei com ele que estava ajudando algumas pessoas da faculdade que estão começando a ganhar salário de estagiário e não sabem como investir o seu próprio dinheiro.

Estava conversando hoje com meu irmão e estávamos discutindo como o brasileiro ainda tem uma deficiência enorme na educação financeira. Aqui na finansfera estamos em uma bolha, lá fora 90% não sabe nem o que é Tesouro Direto, CDB, CDI então...

Pessoal que acha que consórcio é investimento...

Enfim, tento fazer a minha parte conscientizando amigos e familiares..

Divaguei muito nesse post, mas espero que eu tenha trazido alguma reflexão/lazer para alguém.

Abraços! E qualquer coisa manda aí nos comentários.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Pontos positivos e negativos do trabalho de graça

E ai, galera! Vocês estão bem?

Como havia comentado em posts anteriores, fiz um estágio de férias que durou pouco mais de um mês.

Foi uma experiência que com certeza mudou a trajetória da minha vida e que eu não me arrependo nem um pouco de ter escolhido participar desse programa.


Pontos Negativos


- Não recebi pelo trabalho realizado

- Gastei 5 semanas de férias, durante a semana não consegui fazer praticamente nada, pois chegava exausto do trabalho.

- Não pratiquei muita atividade física durante o estágio.


Pontos positivos 


- Conheci muitas pessoas, algumas com histórias bem inspiradoras;

- Aprendi muito sobre o negócio da empresa (tive acesso a praticamente todos as informações da empresa, ex: volume de vendas, faturamento, metas, salários de alguns colaboradores);

- Aprendi muito sobre Programação da Produção e Controle de estoques, desenvolvi uma solução sistêmica para a empresa;


- Pratiquei o uso do Excel e do VBA;


- Consegui uma ótima recomendação do CEO da empresa no meu Linkedin;


- Me conheci melhor, entendi melhor as minhas habilidades, meus pontos fortes e meus pontos fracos; 


- Passei por desafios que me fizeram evoluir bastante.


Esse estágio, foi muito diferente dos que eu ouço meus amigos comentarem.
Nós (eu e os outros estagiários) tivemos uma grande autonomia para desenvolver o projeto e conseguimos sempre ter suporte (informações, insights, etc) de todos da empresa. E com certeza, isso foi chave para o sucesso do projeto.

Todos da empresa nos agradeceram e tenho orgulho de dizer que superamos (E MUITO) a expectativa de todos.

domingo, 27 de janeiro de 2019

Arrumei uma transa por trabalhar de graça

E ae pessoal, faz um tempo que eu não escrevo para o blog. Havia comentado com vocês que iria começar um estágio de férias não remunerado em janeiro.

Já estou trabalhando faz algumas semanas, e sinceramente, tenho ficado bastante cansado/estressado.

Como esse estágio não paga nada, o líder do projeto faz algumas ações para desenvolver os estagiários.
Além do trabalho, conversamos com pessoas mais experientes e bem-sucedidas que contam as suas histórias e nos ajudam no projeto, caso necessário. 

Uma dessas ações foi levar os estagiários para um grupo de desenvolvimento de comunicação, oratória e liderança.

Quando cheguei na reunião desse grupo, estava acontecendo a apresentação dos discursos preparados, nos quais, alguns membros do grupo apresentam um discurso feitos previamente e depois recebem o feedback de suas apresentações.

Existe também os discursos de improviso, no qual as pessoas tem 2 minutos para falarem sobre o tema do dia.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
E o que isso tem a ver com a transa?

Nesse dia, conheci uma mulher que sentou ao meu lado e perguntou se era a primeira vez que eu estava lá, falei que sim e expliquei que estava fazendo um estágio e tal.

Ao longo da sessão de discursos, fui conversando com ela e no final ela pediu meu número (com a desculpa de que iria me chamar para outras reuniões).

Conversamos um pouco pelo whatsapp, e ela mandou a real, falando que tinha se interessado e marcamos de ir ao cinema no outro dia.

Nos encontramos no shopping, compramos os ingressos e escolhemos nossos lugares. Fiquei com ela antes de começar o filme e durante ele, algumas vezes.

Ela sabe muito sobre filmes e atores (diferente de mim que não acompanho nada)

Um dos diálogos:

Eu: "Acho que eu sou a pior pessoa pra você conversar sobre essas coisas de ator e filmes"
Ela: "Você beija bem, então tá perdoado."
Eu: "Obrigado  ;)"

(Ela é mais ou menos nesse estilo, 30 e poucos anos muito bem conservados)


Depois do filme, ela me ofereceu carona e eu aceitei.

Ela me levou pra casa, mas não rolou sexo no dia, pq moro com a minha mãe.

Marcamos um segundo encontro no shopping, já com planos de ir pra casa dela depois.

(Voltei do encontro para escrever o restante)

Dormi na casa dela, ela pagou o almoço do dia seguinte e foi bem divertido.
Acredito que foi sorte eu ter conhecido ela, é uma mulher um pouco mais velha que sabe o que quer e não ficou enrolando. Pontos para mim, por estar aberto a ir em lugares diferentes e disposto a conhecer novas pessoas.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


A vida é um pouco estranha, esses momentos são legais, mas não são eles que vão te fazer feliz. Acredito que a melhor coisa é você poder olhar para trás e ver o tanto que você se desenvolveu, cresceu, criou e compartilhou com o mundo.

Espero não demorar mais tanto para postar novamente.

Nas primeiras semanas do trabalho eu estava me sentindo bem estressado e sem vontade nenhuma de fazer coisas produtivas.

Abraço pra quem leu, se alguém ler. (ou abraço pra mim mesmo do futuro)

domingo, 9 de dezembro de 2018

Autoconfiança - Pilar da riqueza (#2 Frases que inspiram)

#2 Frases que inspiram


"Without self-belief nothing can be accomplished. With it, nothing is impossible."

- Fellix Dennis


Tradução livre: "Sem autoconfiança nada pode ser realizado. Com autoconfiança, nada é impossível."

Eu estava lendo o livro How to Get Rich - Fellix Dennis e me deparei com essa frase.
O autor fala que para você ser rico (rico de verdade) você precisa NECESSARIAMENTE, ter autoconfiança. Acreditar que pode ser rico.

Comecei a refletir sobre isso e sobre o contexto no qual vivemos, principalmente dentro da blogosfera.

É perceptível como conseguimos realizar aquilo que acreditamos que podemos realizar. Caso contrário, não faremos nada a respeito disso.

Exemplo: Se eu acredito que consigo ter um bom emprego , vou me capacitar, fazer cursos e me inscrever em processos seletivos para boas vagas em boas empresas. Se eu não acredito? Então apenas olharei para oportunidades ruins. E ficarei reclamando que nunca conseguirei um bom emprego.

Se você acha que nunca vai namorar uma mulher assim, então não vai mesmo.

Se eu tenho autoconfiança de que posso ter uma namorada bonita, então provavelmente tentarei me relacionar com mulheres atraentes. Caso eu seja rejeitado, não levarei isso para o pessoal. E buscarei me desenvolver.

Caso eu não acredite que posso ter uma namorada bonita, então eu com certeza não terei. Nem mesmo tentarei. E caso alguma mulher atraente se interesse em mim, acharei que ela apenas está sendo simpática.

Percebem como isso vira uma auto-profecia?

Eu poderia continuar listando N exemplos de como a autoconfiança faz total diferença na nossa vida.
Isso é fato. Se você acredita que pode fazer, então provavelmente o fará. E o contrário também é verdadeiro.

"Ah, mas eu sou feio" - Foda-se, tem gente que é pior e tem uma namorada bonita.
"Ah, mas eu sou pobre" - Foda-se, você pode ganhar dinheiro.
"Ah, mas..." - Foda-se, se alguém já conseguiu vencer em situações piores que a sua, você não tem desculpas.

Desenvolvimento contínuo.
Vamos olhar para trás e ver o quanto evoluímos, esse sentimento não tem preço.

Aproveitemos a caminhada, abraços!

"He who says he can and he who says he can't are both usually right"

domingo, 2 de dezembro de 2018

Tá desanimado? - Faça algo (#1 Frases que inspiram)

#1 Frases que inspiram


"Action may not always bring happiness; but there is no happiness without action." 

-   Benjamin Disraeli



Tradução livre: "Fazer algo nem sempre traz felicidade, mas não existe felicidade sem fazer nada".


Não lembro onde vi essa frase (acredito que tenha sido em algum blog gringo) e essa frase ficou marcada na minha cabeça.

Quando parei pra pensar sobre o significado dela e refletir sobre a minha vida, percebi que fazia muito sentido.

Tente fazer o mesmo exercício que eu fiz.


1) Pense nos momentos mais felizes da sua vida


  • Ganhar competições, depois de treinar intensamente por meses/anos
  • Ir bem em algum teste/prova ou ser aprovado no vestibular
  • Ver o resultado que conseguiu na academia depois de vários meses/anos de treino  (veja minha evolução aqui)

2) Pense em momentos simples no seu dia-a-dia que te deixam feliz


  • Fazer exercícios
  • Sair para andar de bike ou correr na natureza
  • Cozinhar e comer uma comida gostosa
  • Terminar um trabalho da faculdade
  • Ler um livro
  • Escrever um artigo para o blog 

3) Perceba que o sentimento de felicidade e o de tranquilidade (dever cumprido) quase sempre advém de atitudes/ações que você realizou.


Tá desanimado? - Faça algo! Seja proativo, procure trabalhos voluntários ou bicos para fazer, leia um livro, estude, escreva, exercite-se.

Percebeu que a maioria dos momentos do item (1) são resultados de coisas que você faz todo dia e no final de alguns meses você conseguiu o resultado? Não devemos fugir das dificuldades, elas são nossas aliadas. Nada que vale a pena vem tão fácil.

Lembre de quando você terminou alguma tarefa difícil, qual foi o seu sentimento depois de terminá-la?

Conclusão


Quase tudo que realmente vale a pena na vida vem através de ações que você pode controlar.
Você, que está lendo esse blog, tem pelo menos um celular ou computador e acesso à internet.

Nós podemos estudar praticamente qualquer assunto que quisermos, isso nos dá uma leque de possibilidades enorme para controlarmos nossas vidas. Podemos aprender uma nova profissão, podemos aprender a montar um novo negócio, podemos aprender a investir melhor, treinar melhor. Enfim, as possibilidades são enormes.

Nem tudo que você fizer vai te trazer felicidade, mas você não vai ser feliz se não fizer nada.



Abraços!



sábado, 1 de dezembro de 2018

Fechamento Novembro R$10880,21 (+R$571.62 ou + 5,55%)

Renda Fixa: R$ 4424,58

Ações: R$4190,29

FIIs: R$635,25

Reserva de emergência: R$ 1630,09


TOTAL: R$10880,21




















Corpo/Saúde: 

Dei uma vacilada na academia esse mês (média de 3 a 4x por semana)
Andei de bike algumas vezes esse mês (meu novo hobbie!)
Alimentação normal.

Projetos pessoais/Carreira:

Passei num processo seletivo para um summer job (vou trabalhar de graça, sou idiota?)
Quero relatar essa experiência, só começarei em janeiro.

Um recrutador gostou do meu perfil no Linkedin, fiz uma entrevista por skype e vou fazer uma presencial em breve. (Talvez role um estágio pro ano que vem - meu objetivo!)


Estudos

Tinha uma prova que eu precisava de 7 para passar, não sei se consegui, depois conto para vocês.
As outras matérias foram tranquilas. Em breve, estarei de férias! =)

Social/mulheres

Saí bastante esse mês.
Tenho várias histórias pra contar, mas falta um pouco de motivação para escrever.

(Ontem fiquei com uma mina que eu tava afim fazia uns 6 meses, mas nunca tinha dado certo. Ela foi muito difícil, rs [nota 7, pela personalidade - aparência eu daria 6] )

Abraços!




quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Vou trabalha de graça, sou idiota?

Obviamente o título é só pra chamar a atenção, mas é verdade:

Nessas férias da faculdade, vou trabalhar de graça por 5 semanas (a empresa fornecerá apenas vale transporte e alimentação na empresa).

É uma empresa na área de marmita fitness.
Essa oportunidade foi divulgada na minha faculdade e foram selecionados quatro alunos para participar desse estágio de férias.

O processo de produção mudará e trabalharemos na área de Programação e Controle da Produção (PCP).

Processo Seletivo
O processo seletivo foi bem simples:

- Inscrição (com suas informações pessoais e sobre sua trajetória de vida)

- Vídeo (respondendo a pergunta de como esse programa de férias te ajudaria a alcançar seu propósito)

- Entrevista (por telefone, cerca de 15 minutos)


Com isso, eu queria fazer a reflexão:


  • Quando vale a pena trabalhar de graça?


Eu acredito que depende muito da sua situação. (ainda recebo ajuda dos meus pais: 1k/mês)

Além disso, tenho pouca experiência profissional e acredito que essa oportunidade me abrirá portas para os próximos anos, onde procurarei estágios convencionais (e remunerados!).

Também foi prometido que a empresa trará pessoas para nos mentorar quanto a nossa carreira.

Esse tempo livre que eu tenho, provavelmente usaria para fazer coisas que não agregariam muito valor na minha vida. Nas férias, eu costumo fazer coisas produtivas também, mas nada que trabalhar 30 horas/semana, por 5 semanas, me impeça de fazer.

(preciso fazer um post sobre meus planos para as férias)

O estágio começa só em janeiro, pretendo fazer um breve relato sobre o que eu aprendi e se valeu a pena ou não.

Responde aí nos comentários:

  1. Já trabalhou de graça? E valeu a pena? 
  2. Trabalharia de graça? Em qual situação?


Abraços!